EMPRESÁRIO CONFIRMA NA PF, DENÚNCIAS QUE IZALCI FAZ HÁ DOIS ANOS SOBRE PROGRAMA SEGUNDO TEMPO

Ao abrir a semana de pronunciamentos na tribuna do Plenário, nesta segunda-feira, 12 de novembro, IZALCI comentou o relançamento do programa Segundo Tempono Ceará. “No dia 6 de novembro, em Fortaleza, terra do meu querido Deputado Mauro Benevides, foi lançado novamente como programa estratégico do Governo, o Programa Segundo Tempo. Achei que passaríamos para o Terceiro Tempo porque o Segundo não deu muito certo”, ironizou o tucano, referindo-se às irregularidades praticadas por meio deste Programa e, inclusive, auditadas por ele a partir de relatórios da CGU e do TCU. Em seguida, IZALCI passou a avaliar depoimento prestado na Polícia Federal pelo empresário João Batista Machado, proprietário da empresa JJ Logística Empresarial Ltda – envolvida nas falcatruas do Segundo Tempo ao longo da gestão como ministro do atual governador do Distrito Federal. “Diz este empresário que recebeu do programa Segundo Tempo, R$ 4 milhões e 650 mil reais dos cofres públicos. E a empresa dele, que era responsável por alimentação e uniforme, investiu apenas 498 mil reais: apenas um pouco mais de 10% de todo o recurso do convênio. Ou seja, 90% dos recursos do Segundo Tempo foram desviados através do Instituto Contato, entidade sem fins lucrativos dirigida por integrantes do Partido Comunista do Brasil de Santa Catarina, que mantinha dois convênios do Ministério do Esporte.” O esquema de desvios, segundo o parlamentar tucano revelou, nada tinha de criativo: desenvolvia-se exatamente da mesma
Video Rating: 0 / 5