GAZETA NEWS 17/10/2011 1ª PARTE

Criminosos roubam um carro-forte cheio de dinheiro da empresa de segurança Protege, na zona oeste de São Paulo. Segundo a polícia, dez bandidos teriam participado da ação. A família do supervisor não chegou a ser abordada pelos criminosos ea suposta bomba que ele carregava era, na verdade, papelão amarrado com fita adesiva. Esta não foi a primeira vez que a empresa foi assaltada. Em 2007 e em 2010 bandidos também entraram na empresa. Preocupados com o avanço da criminalidade, moradores do Morumbi se mobilizam mais uma vez para chamar a atenção do poder público. Desta vez, eles criaram um mapa para relatar os crimes no bairro. Os dados estão sendo divulgados na internet. Mudança de albergue provoca polêmica em São Paulo. Um documento com mais de mil assinaturas feito por comerciantes e moradores tenta impedir que um albergue, na região de Pinheiros, seja transferido para uma área mais nobre do bairro. O ministério público de São Paulo pede que o caso seja investigado por suspeita de crime de intolerância. CET reduz velocidade máxima no corredor que liga as zonas leste e sul de São Paulo. Companhias aéreas retomam voos para a Argentina. Tam e Gol normalizaram os voos para Buenos Aires. Partidas e decolagens para a capital argentina estavam canceladas desde a manhã de domingo, devido às cinzas do vulcão chileno Puyehue, que já começam a se dissipar. De acordo com a Infraero, até o meio-dia de hoje, tinham sido canceladas onze chegadas, sendo dez de Buenos Aires e uma de