MARIO LAGO by Cweick

MARIO LAGO by Cweick
jogos do mario
Image by CARLOSWEICK
Rede globo – 1959 ( +)
Mario Lago was an ardent communist who was imprisoned by the Brazilian government 6 times between 1964 and 1986. The Andrew Sisters popularized his song "Aurora" in the 1941 film HOLD THAT GHOST.

Curiosidades

– Filho de Antonio Lago e Francisca Maria Vicência Prócia Lago, a quem todos chamavam de Chiquinha. As famílias de ambos eram ligadas à música. E Mario teve uma infância linda, filho e neto de músicos, que era.

– Filho único, estudou piano até o sexto ano. Mas achava tempo de brincar na rua, jogar bola de gude e outros jogos infantis. A casa era sempre cheia de gente. E, é claro, Mario logo foi se entrosando com a arte. Os pais eram conservadores, mas não eram rígidos. Mario estudou em colégio de padre. Ainda garoto começou a escrever versinhos, que não guardou.

– Já moço ingressou na Faculdade de Direito do Rio de Janeiro, forma-se em 1933.

– Nesse mesmo ano começa a escrever revistas para o teatro e a compor, em parceria com Custódio Mesquita, alcançando seu primeiro sucesso em 1937 com "Nada Além".

– E outras músicas foram surgindo. Muitas. Muitas mesmo. E todas de sucesso: "Dá-me tuas mãos", "Enquanto houver saudade", "Fracasso", "Será". Não tinha fim a capacidade de criar de Mario Lago, sempre cercado de amigos, música e de alegria.

– Em 1942 tornou-se ator de teatro. Foi na Companhia Joracy Camargo, autor de "Deus lhe pague". Depois trabalhou com Delorges, grande ator da época. Foi quando conheceu Oduvaldo Viana, que o levou para São Paulo, onde foi lançado no rádio-teatro no Brasil. Foi na inauguração da Rádio Panamericana. Ao seu lado estava, entre outros, Dias Gomes, que já despontava como importante redator e autor de teatro. Ambos tiveram logo problemas com a censura e foram, perseguidos, pois eram "comunistas".

– Mario tinha composto "Amélia", que com a primeira gravação de Ataulfo Alves, lançou o nome do compositor ao verdadeiro estrelato.

– Logo voltou para o Rio de Janeiro, para a Rádio Nacional, líder de audiência da época e ali fez de tudo: escrevia, dirigia, atuava.

– Era membro do Partido Comunista, onde conheceu aquele a quem muito admirou: Luiz Carlos Prestes. A primeira cadeia foi em 32. E ele sempre aproveitava esses momentos para escrever livros. Escreveu "O povo escreve a história nas paredes", "Primeiro de abril", e outros.

– Em 1945 vai para a Nacional e em 1948 para a Mayrink Veiga.

– Estréia como ator teatral em 1942 e no cinema, em 1947 no filme Asas do Brasil, seguindo-se muitos outros como Assalto ao Trem Pagador (62) e Os Herdeiros (71).

– Trabalha com muita intensidade também na televisão, estreando no programa Câmera Um, de Jacy Campos, na TV Tupi.

– Em 1968 foi para a TV Globo, chamado por Henrique Martins, conseguiu transpor as oposições, não o queriam por ser comunista. Quem não o queria era Gloria Magadan, escritora cubana, que distribuía a novela. Ali participou de grandes novelas, ganhando várias vezes prêmio de "Melhor ator". Isso aconteceu em "O Casarão", em "Minha professora", em "Dancing Days".

– Faz de tudo um pouco, e um dos maiores artistas do Brasil.

– Casa-se em 1947 com ZeIi Cordeiro Lago, com quem tem cinco filhos.

– Em 1997 lança o livro "Causos e Canções de Mário Lago".

– Falece em 30 de Maio de 2002 no rio de Janeiro.

Comments are closed.